Episódio #8 Temporada 2: A Anita e a zona de desconforto

Um formigueiro incomodativo, o estômago apertado, o pensamento irrequieto, a vontade de fugir e esconder-se no seu escritório, o adiar contínuo – até ao último minuto – do envio daquela proposta, da confirmação de disponibilidade, da marcação daquela reunião, do envio daquele e-mail… o telefone que arde ao toque, o som das notificações que faz estremecer…

Ao fim de alguns dias a achar que uma nova estirpe do vírus da gripe a tinha atacado e a ia deixar de cama até ao fim da vida, a Anita percebeu de que patologia sofria e o nome científico desta era assustador: síndrome de zona de desconforto.

Se há algo em que esta carreira e opção profissional é pródiga é em esticar os limites e fronteiras do conforto quase diariamente. E isso é, muitas vezes, avassalador e desgastante. Mas, por outro lado, incrivelmente recompensador.

Bem-vindos a mais um episódio do Anita no Trabalho onde em cada emissão fazemos das tripas coração.

Neste episódio mencionamos:

 

E não se esqueçam:
A Anita regressa ao trabalho a cada duas semanas, mais coisa menos coisa, com um ponto de situação nos seus projetos… no entanto, como boas aspirantes à omnipresença, continuamos ligadas no anitanotrabalho.com, onde poderão conversar connosco através da secção Querida Anita, ou no Facebook.

Ou nas nossas plataformas profissionais:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter | Instagram
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram

Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

3 comments

  1. Ana says:

    A meio do episódio estava a pensar deixar um comentário, só para vos incentivar a realizarem as conferências da Anita… mas cheguei ao fim a pensar: “hmmm… vou fazer de conta que não ouvi nada, não sei de nada, desconheço, nem dei conta”. Neste momento, a única coisa que me ocorre é que é mesmo muito irónico fazerem uma proposta indecente destas, precisamente num episódio sobre zonas de conforto… 😛 Pânico! Estou a processar a informação, digamos… 😉

    • anitanotrabalho says:

      Ahahahaha…esquecemo-nos de referir que a Anita tem um sentido de humor um pouco retorcido 😉 estamos à espera da resposta 😉

      • Ana says:

        Nem era preciso referir, Xô Dona Anita… Retorcido to say the least. Bem… antes que perca a coragem, só para dizer que… vamos a isso! Não sei como, mas vamos lá. Claro que estão sempre a tempo de se arrepender, hem? 😀

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *