Category: Podcast

Episódio #12: Dr Jekyll & Mr Hyde

No episódio de hoje a Anita é desafiada a fazer autopsicanálise e revelar o que a motiva a voltar as costas à segurança de um 9 às 5h e seguir os caminhos tortuosos e sinuosos de trabalhar por conta própria.

Após várias tentativas, das quais alguns relógios saíram em mau estado e o uso de óculos se tornou imperativo, conseguiu, por processo de hipnose, chegar a algumas conclusões…pelo menos, encontrou o seu Mr Hyde.

Neste episódio mencionamos:
Malcolm Gladwell “The Tipping Point”
Geekettes
Lean In Circles
Vales de empreendedorismo
Portugal 2020
Apoio à criação de emprego
Beta i
Episódio com a Mélanie Wolfram

E também:
Netmentora

E não se esqueçam:
A Anita regressa ao trabalho a cada duas semanas com um ponto de situação nos seus projetos… no entanto, como boas aspirantes à omnipresença, continuamos ligadas no anitanotrabalho.com, onde poderão conversar connosco através da secção Querida Anita, ou no Facebook.

Ou nas nossas plataformas profissionais:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram

Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

Episódio #11: A Anita nos antípodas…com Constança Cabral

constanca-cabral

No episódio de hoje, a Anita faz uma reinterpretação do “viagem ao futuro”. A nossa convidada vive nos antípodas, mais especificamente na Nova Zelândia, onde o amanhã se vive no presente.
Portuguesa, formada em Direito, viveu na Inglaterra rural antes de seguir caminho até à Nova Zelândia, um percurso que a fez virar do avesso, decidir não seguir carreira na área de formação e lançar-se a desbravar o novo mundo e o novo futuro, pessoal e profissionalmente.

Da necessidade de reinventar o seu plano, aguçou o engenho empreendedor: lançou um livro “Mãos à obra”, pôs à prova o seu potencial criativo, tem uma etsy shop e continua, com as mãos na massa, a criar e a inspirar-nos no seu blog.

Da sua missão, temos a certeza que fará parte a vontade de libertar a criatividade do mundo à sua volta, como nos deixa antever o seu lema “I make things. So can you.”. Mas ninguém melhor que a Constança para nos confirmar esta suspeita.

Constança Cabral: Blog | Instagram | Facebook

Neste episódio mencionamos:
Licença parental em Portugal
Liz Gilbert fala sobre a sua teoria do beija-flor

E não se esqueçam:
A Anita regressa ao trabalho a cada duas semanas com um ponto de situação nos seus projetos… no entanto, como boas aspirantes à omnipresença, continuamos ligadas no anitanotrabalho.com, onde poderão conversar connosco através da secção Querida Anita, ou no Facebook.

Ou nas nossas plataformas profissionais:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram

Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

Episódio #10: A Anita aprende a respirar – entrevista Ana Gil Campos

Bem-vindos ao episódio desta semana do Anita no Trabalho: a Anita aprende a respirar.

No início, o processo de aprendizagem até foi físico, pois a nossa convidada formou-se em Cardiopneumologia e fez o mestrado em Engenharia Biomédica na Faculdade do Porto, aprendendo ao longo dos anos as várias técnicas que foi aplicando à sobrevivência. No entanto, sentia que, provavelmente, não passava disso: sobrevivência. Assim, aos 30 anos, insatisfeita, decidiu parar e reaprender a respirar, fundo, bem no seu interior, revelando a sua alma através da escrita.

E foi deste modo que o ato de respirar deixou de ser artificial e forçado e se tornou quase imperceptível de tão natural que passou a ser.

Bracarense de nascimento – reconhecemos-lhe o “olhar de frente” e o “ar de quem pertence a si própria” que o Miguel Esteves Cardoso atribui às mulheres do Norte – encontrou o seu Norte com a escrita.

Escreveu para o Expresso entre 2009 e 2014 e colaborou com a revista Exame entre 2011 e 2013. Mas foi com o seu romance “A Segunda Pele da Acácia Mimosa” lançado em outubro de 2014 em Portugal e em abril de 2015 no Brasil, pela Chiado Editora, que revelou, de forma surpreendentemente madura, o seu talento.

Já no segundo romance, “Quando Ruiu a Ponte sobre o Tamisa”, publicado em Maio de 2016, pela Editorial Novembro, vem mostrar que está já além de jovem promessa.

Fiquem a conhecer a disciplina a toda a prova da nossa convidada, Ana Gil Campos.
10390453_1485392505059786_7898556084858774646_n
Ana Gil Campos: Blog / Facebook

E não se esqueçam:
A Anita regressa ao trabalho a cada duas semanas com um ponto de situação nos seus projetos… no entanto, como boas aspirantes à omnipresença, continuamos ligadas no anitanotrabalho.com, onde poderão conversar connosco através da secção Querida Anita, ou no Facebook.

Ou nas nossas plataformas profissionais:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram

Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

Episódio #9: A Anita e a primeira época de exames

Anitas-no-Trabalho

3 meses, 8 episódios, muitas pilhas de nervos, inseguranças e embaraço depois… a Anita deixa-se levar pelo espírito de contabilista – que não tem – e fecha para balanço.

Na verdade, é a desculpa ideal para ir de férias, mantendo a capa de ‘multitaskers’ inveteradas que nunca deixam verdadeiramente de trabalhar. Mentira, até aspirantes à omnipresença conseguem manter um leve toque de realismo e sabem que não há plano, ferramenta ou truque que garanta qualquer nível positivo de produtividade quando há sol, cheiro a mar e crianças à solta 24h/dia, 7 dias/semana. Ficaremos contentes se não causar danos permanentes ao cérebro!

Tendo em conta a altura do ano, o mais apropriado até seria chamar-lhe época de exames… até porque gostaríamos de ter a possibilidade de ir à época de recurso caso isto descambe.

Chega ao fim o primeiro trimestre – semestre na realidade -, em que o programa escolar nos levou a quebrar barreiras psicológicas – as nossas principalmente -, a aprender com os erros – nossos, também -, a corar de cada vez que publicamos um novo episódio ou alguém fala connosco sobre o projeto…mas, também, e sobretudo, a adorar a partilha, os comentários de quem se identifica e se revê nos temas que vamos abordando, as sugestões e a inspiração de quem por cá tem passado.

A auto-avaliação continua muito crítica, não fôssemos nós duas introvertidas com a mania da perfeição, mas a avaliação externa até tem sido animadora. Por isso, preparem-se para continuarem a aturar-nos no próximo ano letivo.

NOTA:
A Anita normalmente regressa ao trabalho a cada duas semanas com um ponto de situação nos seus projetos… no entanto, desta vez, mesmo sendo boas aspirantes à omnipresença, vamos fazer uma pausa um pouco mais longa e tentar recarregar baterias ao sol. Assim, a Anita regressa em Setembro. Até lá, enviem os vossos postais de férias ou sugestões de pauta para a secção Querida Anita, ou no Facebook.

De forma intermitente também nas nossas plataformas profissionais:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram

Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

Episódio #8: A Anita no campo – empreendedorismo em meios pequenos

Mélanie-Wolfram

“A Anita e a globalização” podia bem ser o título do episódio de hoje do Anita no Trabalho, no qual vamos ao encontro de uma francesa-alemã, que se deixou cativar pelo nosso Alentejo e assentou arraiais numa típica vila do interior, partilhando o seu conhecimento e paixão por arqueologia com locais e turistas, promovendo a faceta improvável de melting pot da vila de Arraiolos.

Não surpreende completamente quando se sabe que é a mais nova de 5 irmãos… a resiliência, força de vontade, independência advêm também daí.

Com um percurso académico e de investigação na área de arqueologia, a nossa convidada viveu a maior parte da sua vida em Portugal, dedicando-se, na última década, ao estudo da arqueologia no Alentejo, tema, em 2008, da sua tese de mestrado e que voltou a ser tema de eleição na tese de Doutoramento que defendeu em 2012 na Sorbonne.

Se tudo isto não era prova da sua paixão, a decisão de lançar um projeto de turismo cultural na região, que combina as paisagens irresistíveis à riqueza arqueológica e histórica, não nos deixa lugar a dúvidas… Mas o golpe de misericórdia está no nome atual do seu projeto “VAGAR” – após a necessidade de incutir-lhe uma reviravolta e torná-lo mais seu – e no lema que adotou “Com VAGAR se vai ao longe”…

Ninguém se atreve a dizer-se mais alentejano que… Mélanie Wolfram!!!

Vagar Walking Tours
Vagar no Facebook e no Linkedin

Mélanie Wolfram no Linkedin

ERT: Entidade Regional de Turismo do Alentejo

ARPTA: Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo

O tema do empreendedorismo em meios pequenos foi uma sugestão da nossa querida Margarida Pinto, que vive em Viana do Castelo e que, muito recentemente, resolveu abraçar um novo rumo profissional e aventurar-se como empreendedora.

Da partilha desta experiência com a Anita, a Margarida despertou-nos para os desafios que os meios mais pequenos apresentam, e que em conversa com a Mélanie foram ecoando, nomeadamente o ritmo mais lento, a desconfiança inicial, a resistência ao que é novo, e o menor número de oportunidades. Das cidades grandes sente-se a falta de contacto com “uma cidade a bulir, ideias a fervilhar…” e das vantagens do anonimato que “permite uma gestão do tempo, das escolhas, das ambições e frustrações, do próprio pensamento muito mais livre.”

Mas nem tudo é negativo, nos meios mais pequenos existem espaços que provavelmente uma cidade grande já há muito preencheu e onde há maior concorrência, e, ultrapassada a desconfiança inicial, há lugar a um inegável e valiosíssimo espírito de colaboração e entre-ajuda.

Aqui ficam alguns dos exemplos que a Margarida partilhou connosco, ao nível de casos de sucesso –
IvaVianaEscultura/ ou https://www.facebook.com/objectos.misturados/ – e da associação de pessoas – https://www.facebook.com/Inauguro/.

Se conhecerem mais exemplos que inspirem ou possam ser úteis, não hesitem em partilhar connosco e os nossos ouvintes.

E não se esqueçam:
A Anita regressa ao trabalho a cada duas semanas com um ponto de situação nos seus projetos…no entanto, como boas aspirantes à omnipresença, continuamos ligadas no anitanotrabalho.com, onde poderão conversar connosco através da secção Querida Anita, ou no Facebook.

Ou nas nossas plataformas profissionais:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram

Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

Episódio #7: A Anita aprende a sonhar… com a Carolina Almeida Cruz

Carolina-Almeida-Cruz-sonho

No episódio de hoje, a Anita parte em busca do sonho. O sonho, é-o de uma vida inteira que despertou para o empreendedorismo aos 13 anos, idade com que criou a primeira empresa, mas que desde cedo elevou a uma dimensão solidária e social, movida pela generosidade altruísta que vai procurando e encontrando nos locais mais inóspitos ou nas situações mais inesperadas.

Estudou Psicologia Clínica em Portugal mas considera que o que a define em termos académicos são as formações que fez em 2011: Harvard — “Financials and Stewardship” e na Universidade para a Paz das Nações Unidas — “Entrepreneurship”.

Viaja desde sempre, e é essa a forma de se regenerar, mas tem sido também, a forma de se descobrir ou redescobrir, definir-se enquanto ser humano, descobrir de “que massa é feita, quais os seus dons, para onde vai…”

Trabalhou para a ILO, agência das Nações Unidas, no contexto do tráfico humano na América Latina em 2009. E continuou dedicada a projetos sociais num ano de viagem entre Índia, Nepal e Tibete, experiência que considera tê-la feito “desfragmentar-se”. Na sequência, em 2012, fundou a Sapana – da qual é CEO.

Sapana é a alcunha com que as crianças no Nepal a acarinharam, significa sonho. Carolina Almeida Cruz é o seu nome e acredita que somos do tamanho dos nossos sonhos.

Para saberem mais sobre a Carolina Almeida Cruz e a Sapana:

Sapana: Sapana.org  | Facebook

Carolina: Facebook

Podem encontrar-nos aqui:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram

Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

 

Episódio #6: Para lá da teoria

A Anita volta ao trabalho após umas semanas de reflexão e leituras. No episódio de hoje, pousamos os livros, que passam a ser usados como suporte físico do monitor e da chávena de chá, e pomos mãos na massa, para nos confrontarmos com o que significa ser empreendedora na prática. E surgem as dúvidas e as tomadas de decisão mais práticas…e, com elas, a necessidade quase visceral de organização e planeamento: por onde começar? quais os passos a seguir? Que ferramentas podem facilitar o nosso trabalho?

Já exausta antes mesmo de por os pés fora da cama, a Anita faz um curso intensivo de gestão de tempo e tarefas e projetos e da vida em geral…

 

Recursos:
Natasha Vorompiova | Systems Rock
Wunderlist
One Note
Evernote
Asana
Basecamp
Trello

Podem encontrar-nos aqui:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram

Créditos:
Música de “Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

Episódio #5: A Anita e as cidades reinventadas… com Ana Aragão

Esta semana deixamo-nos encantar pelos mundos reinventados de uma convidada muito especial. Na fronteira entre o real e o imaginário, a utopia ganha vida sob a forma das linhas que brotam da caneta preta para o papel ou da paleta de cores expressivas que inunda a tela… sempre como expressão e resultado da obsessão cartográfica da sua criadora, confundindo-se em mapas mentais e emocionais do ambiente urbano.

Arquiteta de formação, ilustra e recria as cidades como organismos vivos cujo coração bate ao ritmo dos seus habitantes, deixando antever as suas emoções.

Confusos? Não se preocupem, tudo fluirá como tinta na caneta enquanto ficam a conhecer a nossa convidada de hoje e o seu exemplo como empreendedora numa das áreas mais desafiantes do mercado de trabalho.

Ana Aragao 2

Ana Aragao 3

P.s: não se esqueçam de subscrever a nossa newsletter, e receberão uma surpresa dentro em breve.

Referências:
Quino
Saul Steinberg
Giambattista Piranesi
M. C. Escher
Ana Aragão

Música: “Polygamie” de Gabriel Vigliensoni

Episódio #4: As artes circenses ou como evitar a morte por multitasking

No episódio de hoje, a Anita faz uma incursão pelo mundo das artes circenses e sente-se em casa quando encontra o grupo dos malabaristas. No entanto, estranha o ar à-vontade e a facilidade como os pinos se mantêm todos no ar e descobre o segredo para conseguir manter o seu estilo de vida “multitasking”, aparentemente sem esforço.
Truques para respirar enquanto mantemos todas as bolas no ar.

Música: “Polygamie” de Gabriel Vigliensoni

Episódio #3: Empreendedora 101 – manual de instruções para principiantes

Bem-vind@s ao Anita no Trabalho; o reality show, não censurado, da vida de uma empreendedora.  No episódio de hoje, a Anita desenrola uma lista interminável no manual de instruções do empreendedor (ou da empreendedora, na versão 2.0) e termina com um post-it, fotocopiado até à exaustão e fixado em cada ângulo de visão que possamos imaginar, com as 3 principais regras a não ignorar.

  1. Ter uma visão e objetivos claros!
  2. Ter um plano de negócios desenhado para alcançar a visão e objetivos!
  3. Executar com excelência!

E não esquecer de celebrar cada pequena vitória.

Música: “Polygamie” de Gabriel Vigliensoni