Author: anitanotrabalho

Episódio #14 Temporada 2: Especial Web Summit 2017

A Anita no rescaldo da Web Summit 2017, ainda a digerir, ensimesmada, as conversas, os estímulos e os encontros que a deixaram a pensar.

Uma edição especial, ainda mais espontânea, em pseudo-direto do Parque das Nações.

Neste episódio mencionamos:
Web Summit
Caitlyn Jenner
Cambridge Analytica
An Inconvenient Sequel: Truth to Power

E não se esqueçam:
A Anita regressa ao trabalho a cada duas semanas, mais coisa menos coisa, com um ponto de situação nos seus projetos. No entanto, como boas aspirantes à omnipresença, continuamos ligadas no anitanotrabalho.com, onde poderão conversar connosco através da secção Querida Anita, ou no Facebook.

Ou nas nossas plataformas profissionais:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter | instagram
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram

Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

Episódio #13 Temporada 2: A Anita ensina a cozinhar sonhos

Tem aquele ar inequívoco de mulher do Norte, intenso, altivo, o discurso assertivo… e um coração que se derrete ao pensar nos outros. Não surpreende que as profissões que exerce sejam relacionadas com o ensino e a formação, com criar algo para os outros…

Diz que cozinha desde que é gente, e quem prova as suas criações não tem qualquer dúvida dessa afirmação! Uma paixão assolapada, que encontrou caminho para se tornar, também, forma de vida, impactando e celebrando a vida de quem se deixa conquistar pela sua cozinha!

Mas um desafio apenas seria desperdício de tanto amor, e é no ensino que a encontramos também, a ensinar a pescar, não literalmente, se bem que o passado de escutismo não a deixasse ficar mal.

Para colmatar, ou, na verdade, no centro do seu mundo, tem em mão mais dois projetos: os seus gémeos malabaristas, privilegiados por poderem receber em primeira mão o fruto dos talentos de uma mãe Forking Amazing!

Podem encontrar a Patrícia aqui:
Website Forking Amazing | facebook | instagram
“Erva uma vez”, o livro da Patrícia, em parceria com o Cantinho das Aromáticas.

E não se esqueçam:
A Anita regressa ao trabalho a cada duas semanas, mais coisa menos coisa, com um ponto de situação nos seus projetos… no entanto, como boas aspirantes à omnipresença, continuamos ligadas no anitanotrabalho.com, onde poderão conversar connosco através da secção Querida Anita, ou no Facebook.

Ou nas nossas plataformas profissionais:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter | instagram
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram

Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

Episódio #12 Temporada 2: A Anita e o Admirável Mundo Novo

A Anita sempre sentiu um certo fascínio por questões e teorias de evolução da humanidade e das regras e comportamentos sociais. Aldous Huxley e o seu “Admirável Mundo Novo” é o tipo de ficção que a leva a sonhar e a imaginar qual o próximo modelo social, para que tipo de estrutura social evoluiremos, como será viver num mundo cada vez mais virtual, como será a convivência com a inteligência artificial…

Mas não é necessário ir buscar exemplos de ficção ao ano 2540 (ou 632 DF – “Depois de Ford” – no livro), para encontrar temas que a ponham a pensar: um tema que tem inspirado alguns sonhos e tertúlias (a Anita adoraria viver dois séculos atrás, só por causa das tertúlias) é a teoria, que tem ganho alguns adeptos de renome, do rendimento universal garantido ou rendimento básico universal.

A evolução do trabalho, em conjunto com os avanços tecnológicos – automação, inteligência artificial, etc – tem estimulado a discussão em torno do futuro do trabalho e consequentemente das formas de rendimento. Levado ao extremo de pensar as profissões a serem executadas por máquinas, a ideia de um rendimento básico universal – um rendimento fixo mensal atribuído pelo Estado a todos os cidadãos de forma igual para garantir uma existência digna – tem estado na ordem do dia, com vários países a estudarem possíveis modelos.

Várias questões se levantam, dos prós e contras de tais modelos… à Anita, fazem-na sonhar com uma sociedade mais equilibrada e feliz…

 

Neste episódio mencionamos:

Planet Money, Episode 796: The Basic Income Experiment
Universal basic incomes, em The Economist
If a universal basic income took off, em The Economist
Top Economists Endorse Universal Basic Income, Forbes
Elon Musk doubles down on universal basic income: ‘It’s going to be necessary’, Business Insider
Richard Branson backs universal basic income joining Mark Zuckerberg and Elon Musk, Independent
The latest experiment in Finland proves that universal basic income works – so why not bring it to the UK?, Independent
Conferência “No Borders” dada por Arjun Appadurai no âmbito da Experimenta Design 2017.

E não se esqueçam:
A Anita regressa ao trabalho a cada duas semanas, mais coisa menos coisa, com um ponto de situação nos seus projetos… no entanto, como boas aspirantes à omnipresença, continuamos ligadas no anitanotrabalho.com, onde poderão conversar connosco através da secção Querida Anita, ou no Facebook.

Ou nas nossas plataformas profissionais:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter | instagram
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram

Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

Episódio #11 Temporada 2: A Anita escolhe uma profissão

Desde que tem memória, a Anita sonha com as várias profissões que gostaria de exercer… já foi médica, professora, veterinária, cabeleireira, advogada, arquiteta, gestora, política, designer, piloto, informática, etc, etc, etc.

E se há algo que, conscientemente, nunca a atormentou foi a impossibilidade de exercer qualquer profissão por condicionantes socioculturais ou questões de género – tudo dependia de enveredar por determinada área de estudos e conseguir as notas necessárias para entrar no curso pretendido. Mas a palavra conscientemente não é usada inadvertidamente. Na verdade, há preconceitos e estereótipos tão enraizados que nem nos apercebemos que nos condicionam de forma inconsciente.

O ponto de partida para o programa de hoje da Anita é o artigo do Henrique Raposo sua coluna “A tempo e a desmodo”, no Expresso de dia 11.09, em que faz um mea culpa a propósito de um artigo anterior em que falava sobre o facto de não haver educadores de infância do sexo masculino e as razões que tal o justificavam, repetindo um estigma na sociedade portuguesa.

Serve o mesmo de mote à conversa que hoje se debruçará sobre o tema das escolhas e condicionantes à escolha profissional motivadas por questões de género.

Neste episódio mencionamos:
Artigo de opinião de Henrique Raposo na coluna “A tempo e a desmodo”
Generation alpha
CK One
Sobre a “fluidez de género”
Target to move away from gender-based signs
“Outliers” de Malcolm Gladwell
Malcolm Gladwell’s Cockpit Culture Theory and the Asiana Crash

E não se esqueçam:
A Anita regressa ao trabalho a cada duas semanas, mais coisa menos coisa, com um ponto de situação nos seus projetos… no entanto, como boas aspirantes à omnipresença, continuamos ligadas no anitanotrabalho.com, onde poderão conversar connosco através da secção Querida Anita, ou no Facebook.

Ou nas nossas plataformas profissionais:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter | Instagram
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram

Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

Episódio #10 Temporada 2: à conversa com Joana Beirão

Define-se e apresenta-se como “uma Criativa” – com letra maiúscula – “que adora desafios” e esta postura reflete-se na forma como a sua carreira profissional tem evoluído, potenciando, através do método de “tentativa e erro”, a sua inegável capacidade empreendedora.

A postura destemida frente aos riscos e a vontade de superar cada desafio e de o elevar na ronda seguinte, deixam antever um espírito insaciável, uma vontade constante de aprender e criar algo novo, de inovar e criar valor… e é este modo de estar, de ser, que fascina a Anita e a leva à descoberta da convidada deste episódio.

O início como designer de interiores – especializada na reabilitação -, que deu lugar ao treino vocacional e posteriormente, a um enveredar pela área de negócios, têm como tónica a busca de inovação e valor acrescentado, e, também, a vontade de partilha do seu conhecimento, democratizando-o e impactando mais pessoas.

De uma forma natural e progressiva, o espírito empreendedor contagiante encontrou um forum junto da comunidade de empreendedores, consubstanciando-se na atividade como mentora e com o lançamento do MazeUp – From Idea to Business, com o objetivo de apoiar de forma mais efetiva e impactante outros empreendedores.

É com muito prazer que hoje a Anita conversa com a Joana Beirão.

Neste episódio, a Joana menciona:
Ideo

Podem encontrar o trabalho da Joana aqui:
www.joanabeirao.pt
facebook.com/wedecorit
https://www.facebook.com/mazeupit/

E não se esqueçam:
A Anita regressa ao trabalho a cada duas semanas, mais coisa menos coisa, com um ponto de situação nos seus projetos… no entanto, como boas aspirantes à omnipresença, continuamos ligadas no anitanotrabalho.com, onde poderão conversar connosco através da secção Querida Anita, ou no Facebook.

Ou nas nossas plataformas profissionais:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter | Instagram
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram

Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

Episódio #9 Temporada 2: Get a Life

Tudo começou com a palavra slacker, “preguiçoso” ou “mandrião”, a descrever Darwin… de antenas no ar, a Anita devorou o artigo e deixou começarem a germinar alguns pensamentos tabu.

Na verdade, um dos maiores medos da Anita é que descubram que, na sua essência, ela é preguiçosa. Ou melhor, talvez não seja medo de ser desmascarada… talvez passe mesmo por temer deixar-se preguiçar… é que a auto-exigência da Anita não lhe dá tréguas e ela recusa-se a ceder ao ócio, sob pena de sucumbir ao sentimento de culpa de não estar a trabalhar, a produzir, a tentar conseguir mais um projeto, ou pelo menos a aprender, a fazer algo…

Mas, então, se o próprio Darwin… se ele e uma série de cientistas brilhantes trabalhavam afincadamente apenas umas horas por dia, religiosas e imperativas, de absoluta imersão e concentração, de produção pura e dura, mas sim, apenas umas horas do seu dia… e ocupavam o resto do dia de forma ociosa…

A Anita questiona-se: será possível? E em segredo espera que sim.

Bem-vindos a mais um Anita no Trabalho, para mais uma conversa a três.

Neste episódio mencionamos:
“Darwin was a slacjer and you should be too”,  de Alex Soojung-Kim Pang
On self-employment, workaholism and getting my life back, post de Lisa Congdon
5 types of rest every creative should adopt, de Will Meier
Embracing mediocrity, episódio do podcast “Let it be”
Playing Big, de Tara Mohr
Questionário da Gretchen Rubin

E não se esqueçam:
A Anita regressa ao trabalho a cada duas semanas, mais coisa menos coisa, com um ponto de situação nos seus projetos… no entanto, como boas aspirantes à omnipresença, continuamos ligadas no anitanotrabalho.com, onde poderão conversar connosco através da secção Querida Anita, ou no Facebook.

Ou nas nossas plataformas profissionais:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter | Instagram
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram
Constança Cabral: Blog | Instagram | Facebook
Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

Episódio #8 Temporada 2: A Anita e a zona de desconforto

Um formigueiro incomodativo, o estômago apertado, o pensamento irrequieto, a vontade de fugir e esconder-se no seu escritório, o adiar contínuo – até ao último minuto – do envio daquela proposta, da confirmação de disponibilidade, da marcação daquela reunião, do envio daquele e-mail… o telefone que arde ao toque, o som das notificações que faz estremecer…

Ao fim de alguns dias a achar que uma nova estirpe do vírus da gripe a tinha atacado e a ia deixar de cama até ao fim da vida, a Anita percebeu de que patologia sofria e o nome científico desta era assustador: síndrome de zona de desconforto.

Se há algo em que esta carreira e opção profissional é pródiga é em esticar os limites e fronteiras do conforto quase diariamente. E isso é, muitas vezes, avassalador e desgastante. Mas, por outro lado, incrivelmente recompensador.

Bem-vindos a mais um episódio do Anita no Trabalho onde em cada emissão fazemos das tripas coração.

Neste episódio mencionamos:

 

E não se esqueçam:
A Anita regressa ao trabalho a cada duas semanas, mais coisa menos coisa, com um ponto de situação nos seus projetos… no entanto, como boas aspirantes à omnipresença, continuamos ligadas no anitanotrabalho.com, onde poderão conversar connosco através da secção Querida Anita, ou no Facebook.

Ou nas nossas plataformas profissionais:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter | Instagram
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram

Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

Episódio #7 Temporada 2: À conversa com Sofia Craveiro da Companhia das Agulhas

Dizem as boas línguas que é demasiado empreendedora para trabalhar por conta de outrem. Licenciada em Engenharia do Ambiente, trabalhou quase sempre na área de gestão de resíduos com uma breve passagem pela consultoria e pela formação; inconformada e com uma sede de aprender insaciável, fez um curso de Gestão na Católica e várias formações em marketing entre um sem fim de projetos paralelos: desde atriz, a professora de kizomba, passando pelo apoio à gestão de uma empresa familiar e mediação de obras…
Leva-nos à exaustão (e inveja, na realidade) só de elencar uma pequena parte da sua vida tão intensa entre projetos principais e secundários, família, viagens – concretizadas ou em projeto – , sonhos e vontades.

Abomina horários,principalmente na sua versão 9h às 6h, sempre quis ter o seu negócio, adora a liberdade para inovar e melhorar continuamente, ao seu ritmo e vontade… mas adora também ensinar…e é na conjugação de todas as suas dimensões que surge a Companhia das Agulhas – escola de costura e malha – e a sua arquiteta: Sofia Craveiro.

Podem encontrar a Sofia e a Companhia das Agulhas aqui:
Companhia das Agulhas
Facebook da Companhia das Agulhas
E-mail: geral@companhiadasagulhas.pt | Telemóvel: +351 925 493 605

E não se esqueçam:
A Anita regressa ao trabalho a cada duas semanas, mais coisa menos coisa, com um ponto de situação nos seus projetos… no entanto, como boas aspirantes à omnipresença, continuamos ligadas no anitanotrabalho.com, onde poderão conversar connosco através da secção Querida Anita, ou no Facebook.

Ou nas nossas plataformas profissionais:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter | Instagram
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram

Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

Episódio #6 Temporada 2: Carreira e empreendedorismo

Durante um ataque de “procrastinite aguda”, frequentes na vida da Anita e inocentemente classificados como “técnicas de inspiração e método de trabalho”, A Anita tropeçou com um artigo que a deixou a pensar em… carreira.

Problemática muito debatida na vida corporativa, a verdade é que não marca presença assídua ou evidente quando aspiramos à vida como empreendedoras.
Um momento a-ha que levou a Anita a repensar o seu plano de carreira com uma perspetiva extremamente aliciante: papel em branco, sem margens…qual a carreira a que aspira enquanto empreendedora? Qual o plano a seguir? … e a ilusão de o fazer sem o condicionalismo de uma organização onde outros interferem no sucesso, ou insucesso, do seu plano.

Bem-vindos ao Career Day para empreendedores do Anita no Trabalho.

Neste episódio mencionamos:
“Hold Your Own Personal Career Day”, artigo escrito por Brian Fetherstonhaugh que motivou muitos exercícios e reflexões aqui para as Anitas.
The Good Wife, série de TV
The Good Fight, série de TV, spin-off da anterior
E ainda esta “atualização de estado”:

E não se esqueçam:
A Anita regressa ao trabalho a cada duas semanas, mais coisa menos coisa, com um ponto de situação nos seus projetos… no entanto, como boas aspirantes à omnipresença, continuamos ligadas no anitanotrabalho.com, onde poderão conversar connosco através da secção Querida Anita, ou no Facebook.

Ou nas nossas plataformas profissionais:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter | Instagram
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram

Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.

Episódio #5 Temporada 2: Ensaio sobre a liberdade

Em mês de celebrar a liberdade, a Anita revisita uma campanha da Marinha Portuguesa e reclama um novo grito de ordem: “O lugar da mulher é onde ela quiser”.
Porque, em pleno século XXI, ainda é urgente Abril e ainda é urgente desmistificar e desconstruir estereótipos, e é urgente continuar a desbravar caminhos e sinaliza-los no gps social e cultural.
E por isso mesmo é, também, urgente continuar a celebrar, de forma positiva, cada passo dado na conquista dessa liberdade e da igualdade.

Este episódio, um ano após o lançamento da Anita no Trabalho, celebra o nosso pequeno passo em liberdade e reitera a vontade da Anita de continuar a inspirar a igualdade.

Neste episódio mencionamos:
Foto da Marinha Portuguesa – “O lugar da mulher é onde ela quiser”
Generation Z
Comentário da Naná

E não se esqueçam:
A Anita regressa ao trabalho a cada duas semanas, mais coisa menos coisa, com um ponto de situação nos seus projetos… no entanto, como boas aspirantes à omnipresença, continuamos ligadas no anitanotrabalho.com, onde poderão conversar connosco através da secção Querida Anita, ou no Facebook.

Ou nas nossas plataformas profissionais:
Eli: nautilo.net | facebook | obvious | twitter | Instagram
Billy: airdesignstudio.com | facebook | instagram
Constança Cabral: Blog | Instagram | Facebook

Créditos:
“Polygamie” de Gabriel Vigliensoni, através do Free Music Archive.